fbpx

Omecaps

Mulheres na menopausa

A menopausa é caracterizada pela diminuição natural dos níveis de hormônios sexuais produzidos pelo organismo feminino. Segundo especialistas, a idade média para o surgimento da menopausa é de 51 anos, mas em algumas mulheres pode começar ainda mais cedo (40 anos), sendo, portanto, denominada menopausa precoce.
Os sintomas mais comuns são ondas de calor, secura vaginal, distúrbios do sono e dores nas articulações. Devido à grande mudança, algumas mulheres ainda desenvolvem ansiedade ou depressão.
No entanto, especialistas indicam que é possível lidar com os efeitos colaterais de maneira simples, começando por mudanças alimentares.

CONHEÇA OS ALIMENTOS QUE PODEM TE AJUDAR

SOJA: O alimento possui uma importante substância chamada isoflavona, que possui uma ação parecida com a do estrogênio no corpo da mulher. Com isso, ela alivia algumas reações causadas pela menopausa, como o ressecamento da pele, dos cabelos e unhas.
LEITE E DERIVADOS: O leite é rico em proteínas e cálcio. Como na menopausa o organismo está com a absorção do cálcio prejudicada, pela queda de estrogênio, consumir leite e derivados ajuda a evitar o enfraquecimento dos ossos, que pode resultar na osteoporose. Além de leite e derivados, outros alimentos fontes de cálcio são as hortaliças verdes escuras, como brócolis, rúcula, espinafre e couve.
PEIXES: É importante o consumo de peixes como a sardinha e o salmão, por serem ricos em ômega 3, um ácido graxo essencial para controlar os níveis de colesterol, prevenir doenças cardíacas e ajudar nas funções cerebrais. Essa carne branca ainda é a principal fonte alimentar de vitamina D, que colabora para a formação óssea e facilita a absorção do cálcio.
OLEAGINOSAS: Produtos como castanhas, nozes, óleos vegetais e amêndoas são fonte de vitamina E, o que é benéfico para aliviar as ondas de calor típicas da menopausa.
CHOCOLATE AMARGO: Esse é o chocolate que possui pelo menos 70% de cacau em sua composição. O alimento possui uma substância chamada triptofano, que estimula a produção da serotonina, o hormônio do bem estar. Isso ajuda a evitar problemas como depressão e ansiedade desse período.

EVITE O EXCESSO

SAL: Por conta da falta de estrogênio, as mulheres quando entram na menopausa têm maior tendência a ter problemas cardíacos. Portanto, devem consumir com moderação tudo que se relacione a hipertensão, como o sal e qualquer outro item que contenha sódio. A quantidade diária de sal recomendada é de 5 gramas, cerca de 1 colher (chá). Ou seja, é bem pouco, levando em conta que o sal está “escondido” em diversos alimentos que consumimos no dia a dia.
CAFEÍNA: O café para mulheres na menopausa pode ser prejudicial. Isso porque o café promove a dilatação dos vasos sanguíneos, piorando os sintomas. Além disso, a cafeína presente na bebida interfere na atuação da adenosina, o hormônio calmante que ajuda a reduzir o estresse. Esse efeito negativo pode aumentar os níveis de ansiedade, sendo totalmente prejudicial a saúde.
BEBIDAS ALCÓLICAS: Também servem de gatilho para os calorões. Quando consumimos algo alcoólico, o fluxo sanguíneo aumenta por conta da vasodilatação que o corpo sofre quando o álcool circula pelas veias. Apesar desse efeito ser rápido, é o suficiente para aquecer o corpo e desencadear uma onda de calor.

Se você está entrando na menopausa ou já está nessa fase, saiba que existem várias formas de cuidar dos sintomas. Uma boa alimentação sempre vai ser indicada por profissionais para passar por qualquer fase ou situação. E você pode alinhar a alimentação junto com o exercício físico para colher resultados melhores.

Receba gratuitamente atualizações, artigos e conteúdo de qualidade!

2 Comentários

Deixe uma resposta