fbpx

Omecaps

Conheça os alimentos e exercícios indicados para gestantes

 

Por mais que seja um sonho e uma felicidade sem tamanho, não é fácil passar por enjôos, dores de cabeça, noites sem dormir, dores nas costas, contrações, o parto. Não é fácil. Mas nós separamos dicas de alimentos e exercícios para ajudar as futuras mamães a passarem por esse período da gestação.

Todas as dicas dadas aqui são de profissionais da área.

Mas é claro que cada pessoa é diferente uma da outra, e isso também se encaixa na gestação, então é sempre aconselhado conversar com o médico que está te acompanhando.

A gravidez exige cuidado redobrado com a alimentação, já que não podem faltar nutrientes para a mãe e o bebê, separamos os alimentos que precisam fazer parte do cardápio.

 

  1. ALIMENTOS INDICADOS PARA AS GESTANTES

 

  • LEITE E DERIVADOS: Ricos em cálcio, o leite e seus derivados estão relacionados com a formação de ossos e dentes do bebê. Além de fortalecer os ossos e dentes da mãe também. Importante investir em: couve, agrião, mostarda, brócolis, sardinha em lata, e feijão. A ingestão recomendada para gestantes é de três a quatro copos de leite por dia (1000 mg).

 

  • CARBOIDRATOS: Os carboidratos fornecem as calorias adicionais de que a grávida necessita. Se a gestante não consumir as quantidades adequadas de carboidratos, irá utilizar as proteínas como fonte de energia, e isso não é bom, já que devem ser poupadas para outras funções. É bom investir em: pães, cereais, arroz, massas, batata e frutas que são boas fontes de carboidratos. É recomendado o consumo de pães, arroz e cereais integrais, que não passaram por processos de refino, assim eles mantêm suas propriedades nutricionais e as fibras intactas, que ajudam o intestino a funcionar corretamente.

 

  • CARNE VERMELHA, CASTANHA E FEIJÃO: Ricos em ferro, estes alimentos evitam a anemia durante a gravidez e complicações no parto. Recomenda-se que a gestante consuma todos os dias cerca de 30 mg de ferro. Devemos investir em feijões, lentilha e folhas verde escuras, como o espinafre e couve. Porém esse tipo de ferro é mais difícil de ser absorvido do que o mineral presente em fontes animais, neste caso, é indicado consumir alimentos ricos em vitamina C, como laranja, acerola e goiaba, para ajudar na absorção.

 

  • CARNES E OVOS: Fontes ricas em proteínas, carnes e ovos são importantíssimas na dieta das grávidas. As proteínas são fundamentais para a produção das células e dos tecidos novos da mãe e do bebê. Gestantes devem ingerir cerca de 60 g de proteínas por dia. Tudo isso você encontra em feijão, ervilhas, grão-de-bico, nozes, leite e derivados também. Mamães vegetarianas podem precisar fazer suplementação de vitamina B12, nutriente importante para a formação do sangue do bebê, que está presente basicamente em proteínas de origem animal.

 

  1. OS MELHORES EXERCÍCIOS PARA GESTANTES

 

  • CAMINHADA: É indicado para mulheres que eram sedentárias antes de engravidar. Deve-se utilizar roupas leves e elásticas e um tênis com bom amortecimento para prevenir lesões, e beber bastante água para não ficar desidratada. Indicado de 3 á 5 vezes por semana em horários em que o sol não esteja muito forte, para não causar dores de cabeça, náuseas, ou vertigem.

 

  • PILATES: Melhora a respiração, a frequência cardíaca, alonga e fortalece os músculos e é ótimo para a postura, dica importante para as mamães que sentem muitas dores lombares, ou desconforto para sentar/deitar. Pode ser praticado de 2 á 3 vezes por semana.

 

  • HIDROGINÁSTICA: É indicada até mesmo para mulheres que eram sedentárias antes de engravidar e pode ser realizada durante os 9 meses de gestação. Ela reduz as dores nos pés e na parte inferior das costas, assim como o inchaço das pernas. Pode ser realizada de 2 á 4 vezes por semana.

 

  • ALONGAMENTOS: Estes podem e são indicados para serem feitos diariamente até o nascimento do bebê. Pode-se começar com alongamentos mais leves, e à medida que a mulher for desenvolvendo elasticidade pode ir aumentando a dificuldade dos alongamentos. Vai auxiliar em todos os sentidos da gestação, desde a respiração, freqüência cardíaca, até a hora do parto e sua recuperação.

 

 

É normal ter dúvidas durante a gestação, afinal, não é fácil dividir o corpo com outro ser humano. Mas com as dicas certas você consegue ter uma gestação tranqüila e uma recuperação rápida.

Gostou das dicas? Compartilhe nas suas redes sociais e convide suas amigas para conhecerem também. Continue com a gente e descubra como prevenir o aparecimento de estrias na pele.

Receba gratuitamente atualizações, artigos e conteúdo de qualidade!

1 comentário

Deixe uma resposta